Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Junho, 2011

Pessoas livres e responsáveis? Só com e na Família

Bento XVI destacou a importância de reconhecer a família como principal sujeito para fazer amadurecer pessoas livres e responsáveis, no contexto atual em que esta instituição é tantas vezes colocada em xeque. O Papa discursou na tarde de domingo do 9 de junho de 2011, no Palácio Público de San Marino, durante o encontro que manteve com os membros do governo, do congresso e do corpo diplomático. Ele falou que hoje a instituição familiar é questionada, “quase na tentativa de ignorar seu irrenunciável valor”. O Papa denunciou que “os que sofrem as consequências são os grupos sociais mais frágeis, especialmente as jovens gerações, mais vulneráveis e por isso mais facilmente expostas à desorientação, a situações de auto-marginalização e à escravidão das dependências”. Neste sentido, constatou que, “diminuindo o apoio familiar”, frequentemente os jovens se vêem diante de muitos obstáculos “para uma normal inserção no tecido social”. “É importante reconhecer que a família, assim como Deus a cons…

Na família e em família é imperativo unir as nossas mãos e partilhar com amor!

A vida em casal nasce de uma opção racional e ponderada. Por isso, não é algo instintivo, nem é como seleccionar um filme para ver ou um livro para ler. É antes uma escolha e uma decisão livre, responsável e madura de ambos! Uma escolha que permite uma união física, mental e espiritual. Uma decisão que gera a partir de dois seres uma nova realidade aberta ao dom da vida, à educação dos filhos e aos outros. Desenvolve-se um projecto comum, criando um percurso e uma história comum, procurando diariamente conhecer o outro, sonhando com uma família que se gera através do amor e que se faz crescer, caminhando para além de nós próprios, abrindo-nos aos outros e a Deus! Ao longo deste caminho, é necessária muita força, inteligência, dedicação, amor, perdão… que nos impulsiona para sermos cada vez mais uma força única, capaz de renovar diariamente esta decisão e ser um sinal para as outras famílias e para a sociedade que pretendemos ter. Não é fácil viver o dia-a-dia! Pensar, organizar e gerir …