Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Maio, 2011

VII ENCONTRO MUNDIAL DAS FAMÍLIAS DE 2012

CARTA DO PAPA BENTO XVI EM VISTA DO VII ENCONTRO MUNDIAL DAS FAMÍLIAS DE 2012
No encerramento do VI Encontro Mundial das Famílias, realizado na Cidade do México em Janeiro de 2009, anunciei que o próximo Encontro das famílias católicas do mundo inteiro com o Sucessor de Pedro teria lugar em Milão, no ano de 2012, sobre o tema: «A família: o trabalho e a festa». Desejando dar início agora à preparação deste importante acontecimento, é-me grato confirmar que, se Deus quiser, ele será realizado de 30 de Maio a 3 de Junho e, ao mesmo tempo, quero oferecer algumas indicações mais pormenorizadas a propósito da temática e das modalidades de realização. O trabalho e a festa estão intimamente ligados à vida das famílias: condicionam as suas escolhas, influenciam os relacionamentos entre os cônjuges, e entre os pais e os filhos, incidem sobre a relação da família com a sociedade em geral e com a Igreja. A Sagrada Escritura (cf. Gn cap. 1-2) diz-nos que a família e o trabalho constituem dádivas e b…

Propor Vocações na Igreja doméstica…

A família é o grande verso da vida. Não somente do biológico, mas sobretudo do social, do cultural e do espiritual. A família é um ecossistema vocacional, ou seja, ela é um todo harmonioso que cria para a felicidade os seus membros e os chama permanentemente a uma existência feliz. Chamar alguns deles a tomarem parte na missão e acção directa da Igreja, como sacerdotes, como religiosos ou religiosas, ou ainda como consagrados a Deus, é uma das suas dimensões enquanto Igreja doméstica. Será que é preciso, então, recordar essa grande realidade a todas as famílias cristãs? Acabamos de viver a semana de Oração pelas Vocações, cujo tema proposto pelo Santo padre foi "Propor as vocações na Igreja local". Importa que não passe de intensa semana de oração mas também de proposição da vocação sacerdotal e religiosa no interior da família. Se ela é a Igreja doméstica e o verso da vida, ela é também privilegiada pelo anúncio pessoal do Deus que chama e convoca para a missão. Desta forma,…

15 de Maio Dia Internacional da Família

No dia 15 de Maio, celebrou-se o Dia Internacional da Família, proclamado em Assembleia Geral das Nações Unidas pela resolução 47/237 de 20 de Setembro de 1993, destacando a importância das famílias como unidades básicas da sociedade. O Dia Internacional da Família promove a reflexão e a discussão acerca do conceito de família nas sociedades do mundo inteiro. Este dia serve também para reflectir sobre os problemas económicos, sociais e culturais que afectam as famílias, sem esquecer o problema do decréscimo demográfico que está a afectar as sociedades ocidentais. Assim, a equipa da Pastoral Familiar de Calendário não podia deixar passar esta data tão importante. Foi nesse sentido que decidimos partilhar convosco a oração do rosário, essa oração tão importante, e continuando a cultivar a devoção e o amor a Maria Santíssima, Mãe de Deus e nossa Mãe.
  O Papa João Paulo II na sua Exortação Apostólica sobre a família, com o titulo “Familiaris Consortio”, apresenta uma esplêndida definição d…

No Dia Internacional da Família

A vida é uma dádiva de Deus. A família é um lugar encantado onde surge o dom da vida. A família deve ser um espaço de amor e de diálogo, de descoberta e de crescimento, de partilha de valores e de liberdade, de doação e de oração. A família deve ser pensada e festejada! Hoje a família deve ser inteligente! É urgente pensar e encontrar soluções para os diversos desafios e preocupações da actualidade. É preciso partilhar experiências, ser solidário, levar o nosso sorriso a todas as famílias que sofrem e aos que estão sós. É necessário educar e dar exemplo. A família deve manter-se unida. Na família deve ser criado um espaço especial para todos e para Deus!
Família  da Paróquia de Ribeirão

Solidez e coesão da família...

Para pensar e meditar...
A solidez e a coesão da família são o termómetro ético de toda e qualquer sociedade, dado que é a sua célula fundamental. As sociedades contemporâneas ocidentais, concretamente Portugal, defrontam-se com taxas de natalidade baixíssimas que colocam em causa a estabilidade social, cultural e financeira desses países. A este respeito, não podemos ignorar o contributo contraproducente das medidas legislativas tomadas nos anos mais recentes, entre as quais: a equiparação do matrimónio às uniões de pessoas do mesmo sexo, a facilitação do divórcio e a consagração legal da liberalização do aborto. Medidas estas que enfraquecem, sem dúvida, a estrutura da família nuclear. Não podemos resignar-nos a esta situação. A sociedade civil precisa de colocar a família na agenda política, sob pena de hipotecarmos o nosso futuro. A família necessita de um novo enquadramento legislativo com vertentes especiais, nomeadamente nas políticas sociais de apoio à natalidade e à educação e…

Maria, a maior educadora da história

Ao iniciar este mês de maio, tendo Maria como modelo daqueles que passam das crises à acção e ao compromisso com a vida gerada em seu coração, apresentamos-vos este livro que nos parece de extrema importância no panorama educativo da actual sociedade. Eis aqui uma sinopse do livro:


 Educar é viajar no mundo do outro sem nunca penetrar nele. É usar o que pensamos para nos transformar no que somos. O maior educador não é o que controla, mas o que liberta. Não é o que aponta os erros, mas o que os previne. Não é o que corrige comportamentos, mas o que ensina a reflectir. Não é o que observa apenas o que é tangível aos olhos, mas o que vê o invisível. Não é o que desiste facilmente, mas o que estimula sempre a começar de novo. Um bom educador abraça quando todos rejeitam; anima quando todos condenam; aplaude os que nunca subiram ao pódio; vibra com a coragem de disputar dos que ficaram nos últimos lugares. Não procura o seu próprio brilho, mas faz-se pequeno para tornar os seus filhos, alu…